sábado, 28 de janeiro de 2017

Nível Evolutivo da Alma Individual

O primeiro passo a ser dado em direção ao estudo do estado cármico- evolutivo de uma Carta Natal é definir em que nível de consciência se encontra a Alma Individual. 

1) Em Estado Evolutivo Primário. 
Em torno de 5% cento da raça humana se caracteriza pelas pessoas que em seu processo evolutivo acabam de ingressar na consciência humana vindas de outros reinos, ou encontram-se numa condição não evoluída devido a causas cármicas de vida anteriores. Aquelas que acabam de ingressar na consciência humana possuem um senso bastante vago de consciência pessoal, uma sensação difusa de ocupar o tempo e o espaço. Em alguns casos esta condição estará associada a deficiências mentais ou ao retardamento. Em outros casos a falta de desenvolvimento da consciência pode ser encontrada em indivíduos que ficam completamente marginalizados da sociedade em decorrência de ações em vidas passadas; vivem num estado de inconsciência por dezenas ou centenas de encarnações.

2) Em Estado Gregário. 
Em torno de 85% da raça humana existe nesta condição, que se caracteriza por indivíduos cujas identidades são uma mera extensão das normas, das crenças, dos costumes e dos tabus da sociedade. Estas pessoas não questionam seriamente aquilo que lhe dizem para acreditar ou pensar. E, quando o fazem, a resposta é uma resposta em conformidade com os ditames da sociedade. Por exemplo, se os astrônomos nos dizem que a astrologia é falsa, estas pessoas dirão que a astrologia é falsa sem pensar a respeito do assunto de um modo independente. Aqueles que já passaram um longo tempo neste estado, em algum ponto do processo evolutivo, desenvolverão a capacidade de dirigi-lo e modificá-lo.

3) Em Estado Individualizado. 
Em torno de 10% por cento da raça humana se encontra num nível de consciência que se caracteriza pelo questionamento das crenças, os costumes, as normas e os tabus da sociedade. Estas pessoas procuram descobrir sua própria individualidade, distinta da sociedade. Elas desejam conhecer e ativar suas próprias leis naturais, convicções, valores, necessidades, costumes e tabus, e elas desejam descobrir essas coisas a partir de si mesmas. Uma vibração de independência permeará estes indivíduos à medida que eles valorizam o direito da autodescoberta e da liberdade.

4) Em Estado Espiritualizado. 
Desses 10% em estado individualizado, apenas um ou dois por cento dos seres humanos alcançaram um nível tão elevado de consciência que tentarão compreender e viver suas vidas num contexto universal e holístico. Na verdade, estas pessoas desejam entender a natureza de toda a Criação nesse contexto e comumente ligam-se a ideias ou ensinamentos espirituais como os princípios orientadores da vida. Elas estão tentando descobrir os valores, crenças e verdades eternos que se aplicam a todas as épocas e, por conseguinte, harmonizar-se com eles. Na sua condição mais elevada, este estado produz os chamados avatares ou mestres espirituais: Jesus, Buda, LaoTse, Maomé, Moisés, e assim por diante. Este estado corresponde aos indivíduos que eliminaram ou estão no processo de eliminar todos os desejos de separação ou de exteriorização e de completa dissolução do Ego (Instintivo, Individual e Superior).


Essas quatro condições evolutivas naturais não são classificações rigidamente definidas. Existem oscilações dentro e entre elas, mas o nível de consciência alcançado por alguém preocupado em conhecer e estudar o estado  e o momento Cármico-Evolutivo de sua Alma Individual revela que sua Alma Individual  certamente se encontra no grupo de 10%  em estado individualizado.

O Princípio Evolutivo e o Desenvolvimento Espiritual

O princípio evolutivo no ser humano se manifesta pela purificação da matéria (Ego), através dos processos de sublimação e transmutação, até alcançar o estado espiritualizado (Espírito Puro). A esse processo de purificação do Ego através dos processos de sublimação e transmutação chamamos de Alquimia Espiritual.  O estado individualizado do ser humano surge como consequência da conscientização do seu conflito existencial. Este conflito existencial está relacionado com o processo evolutivo da Alma Individual. Em cada vida a Alma Individual manifesta uma Personalidade, cujas funções se correlacionam com os quinze “planetas” que compõem nossa análise astrológica. Por exemplo, Saturno corresponde ao arquétipo da Consciência Reflexiva – quando o sujeito se torna objeto da observação –, Urano representa o arquétipo da Mente Superior, Netuno, o arquétipo da Consciência Espiritual e Plutão, o arquétipo do Poder de Transmutação. A Personalidade que a Alma Individual manifesta a cada vida, possui um Ego Individual, cujo arquétipo está associado ao Sol e serve de agente de focalização para criar a autoimagem da pessoa. A Personalidade se relaciona diretamente com as causas cármicas e as necessidades evolutivas da Alma Individual. A Alma Individual precisa vivenciar a vida através da Personalidade de maneira específica para evoluir e se desenvolver espiritualmente. Cada Personalidade criada está diretamente ligada ao passado cármico e a ao futuro evolutivo da Alma Individual. Como a verdadeira missão da Personalidade atual (você) nesta vida é dar continuação ao processo evolutivo para que a Alma Individual consiga se desenvolver espiritualmente é de fundamental importância que ela conheça quais são as causas cármicas e as necessidades evolutivas da Alma Individual neste preciso momento de sua jornada evolutiva. Só assim a Personalidade atual (você) terá condições de dissolver aqui e agora as causas cármicas que obstruem o processo evolutivo da Alma Individual e realizar os desígnios evolutivos que permitam a continuação do desenvolvimento espiritual da Alma Individual, para desta forma poder considerar a sua missão neste planeta cumprida. 

Passado, Presente e Futuro

O desejo é a força determinante que dita a realidade de cada indivíduo. Quando se analisam os desejos coexistentes inerentes à Alma Individual, descobre-se que existe uma tensão implícita entre o passado, o presente e o futuro. O potencial do conflito interior é enorme. O desejo de separação pode conduzir a um esforço de manter o passado, enquanto que o desejo de retornar à Origem estimula a atenção no futuro. A tensão ou conflito, quando há uma resistência inconsciente, ocorre em cada momento da sua vida. A Alma Individual pretende e deseja evoluir em direção à espiritualidade. À medida que esse desejo de evolução se reflete através da sua consciência reflexiva, esta é atraída por uma necessidade de mudança. E, contudo, é exatamente esta atração em direção à mudança que irá garantir, em decorrência das limitações sugeridas pelo passado cármico, as confrontações entre o desejo de mudança e o desejo de não mudar – entre o Ego Instintivo, o Ego Individual e o Ego Superior e a Consciência Reflexiva-. Sob o ponto de vista comportamental, você tenderá a manter rigidamente os padrões de comportamento compulsivos e obsessivos trazidos das vidas passadas, aumentando a tensão por causa da necessidade de mudar. Essa situação é como um vulcão interior de confrontação que induz pensamentos ou ideias intuitivas que desafiam diretamente a orientação ou as convicções preexistentes que você trouxe para esta vida. Uma vez que a Alma Individual deseja evoluir, ela conduzirá você aos tipos de vivências que irão produzir as experiências necessárias para a transmutação das orientações e convicções existentes. Em outras palavras, você será inconscientemente atraído pelo tipo de pessoas e experiências que exercerão esse efeito sobre suas convicções e sua orientação comportamental. À medida que este processo se desenvolve através da vida, você poderá vir a compreender as principais causas cármicas e as prementes necessidades evolutivas sinalizadas pelas suas atuais experiências de vida e a reconhecer a necessidade de mudança das suas convicções e seus pontos de vista, seguido de uma mudança de comportamento.  

Os Comportamentos Cíclicos

Analisada de um ponto de vista estritamente psicológico, essa questão está relacionada com os mais profundos padrões de segurança emocional existentes dentro de você. Esses padrões de segurança são inconscientes. Os padrões que são transportados do passado cármico estão diretamente associados ao caminho de menor resistência e, por conseguinte, às suas necessidades de segurança num nível inconsciente. O passado representa a familiaridade e aquilo que é conhecido. Suas lições, ou o desígnio evolutivo não são conhecidos. Eles são o desconhecido, o inexplorado. Pode parecer paradoxal, mas o desconhecido representado pelos seus desígnios evolutivos desafia diretamente aquilo que é conhecido e que representa seu carma pessoal e impessoal, colocando em risco, aparentemente, sua segurança no nível mais profundo possível. Essa necessidade de segurança profundamente enraizada o leva a abordar determinadas áreas da vida repetidamente da mesma maneira. São comportamentos compulsivos e obsessivos que se repetem ciclicamente ao longo de dezenas ou centenas de vidas. Quando se mantêm aferrado aos antigos padrões de comportamento (o passado cármico) por motivos de segurança, a situação tende a piorar porque a Alma Individual, que permanece estagnada, deseja evoluir e se desenvolver espiritualmente. Por isso, é extremamente importante conhecer o seu passado cármico. É consenso entre os astrólogos cármicos que 100 por cento das compulsões e obsessões de qualquer pessoa nesta vida estão diretamente ou indiretamente determinadas pelo passado cármico. É importante compreender o passado cármico porque ele explica o aqui e agora do ponto de vista das causas cármicas e das necessidades evolutivas da Alma Individual: porquê esse pai ou essa mãe, esse marido, esse filho, esses amigos, esse emprego, essa profissão, essa doença, esse acidente, essa desgraça, essas condições de vida, e assim por diante. Ao compreender isto, percebe que a Personalidade atual (você) não é responsável pelo que foi, mas é responsável pelo que está em via de se tornar. Não é responsável pelo acúmulo de dívidas cármicas da Personalidade em vidas passadas, mas é responsável pelo aumento ou pela diminuição dessas dívidas cármicas nesta vida. Buda disse a um discípulo: “Me relata as tuas ações na vida passada e te direi qual será tua condição na vida presente; me relata tuas ações na vida presente e te direi qual será a tua condição na próxima vida ”.   Tem escolhas a fazer a cada passo, e a cada momento da sua vida. As escolhas se refletem nos seus desejos, e os desejos determinam tudo que ocorre, tanto individual quanto coletivamente. Ao compreender a vida desta maneira, pode entender mais completamente as "lições" que precisa aprender. Pode entender o "por quê" de todas essas lições, e ao fazê-lo, criar a disposição de aceitar, e não de resistir, estas lições em virtude do conhecimento obtido a respeito das causas cármicas e das necessidades evolutivas da Alma Individual.

Como a Personalidade Atual Vem Reagindo em Relação às Dívidas Cármicas da Alma Individual

Por todo o exposto anteriormente, a Personalidade atual (você) pode reagir em relação às dívidas cármicas da Alma Individual de uma entre as seguintes maneiras:

1) Resistindo totalmente a aceitar, compreender e aprender às lições decorrentes das dívidas cármicas da Alma Individual;

2) Aceitando, compreendendo e aprendendo todas as lições decorrentes das dívidas cármicas acumuladas até esta existência para desobstruir o caminho e permitir a continuação do processo evolutivo da Alma Individual em direção à espiritualidade, e entregando-se a isto de corpo, mente e alma, sentado, deitado, em pé, dia e noite, como diria o Mestre Ch’an Budista;

3) Mudando alguns comportamentos como consequência da aceitação, compreensão e aprendizado das lições decorrentes de algumas dívidas cármicas, mas, contudo, mantendo outros comportamentos pela resistência a aceitar, compreender e aprender as lições decorrentes de outras dívidas cármicas.

A primeira atitude é um reflexo do desejo de manter-se separada da Origem; ou seja, de acreditar na realidade da existência do Ego.  A segunda é um reflexo do desejo de retornar à Origem; ou seja, de acreditar na impermanência do Ego e na sua existência condicionada.  A terceira reação é uma combinação de ambos e é a opção mais comum. Muda-se um pouco em cada encarnação. É por isso que a eliminação por completo dos desejos de separação e o retorno à Origem é um processo evolutivo muito lento que leva milhares de vidas para se completar.  A Psico-Astrologia Cármica conta a história dessa evolução.


Momento Cósmico da Alma Individual

A Alma Individual, durante a existência da uma determinada Personalidade, pode-se encontrar num dos seguintes momentos cósmicos:

1) Em usufruto.
A Alma Individual se encontra durante uma ou duas existências em estado de usufruto devido a pesadas atualizações cármicas e /ou grandes saltos evolutivos ocorridos nas últimas encarnações.  As pesadas atualizações cármicas teriam provocado na Personalidade profundas experiências cataclísmicas cíclicas acompanhadas de muita dor e de muito sofrimento. Os grandes saltos evolutivos teriam sido consequência de fortes e amplas ações conscientes e deliberadas da Personalidade com o intuito de atender às necessidades evolutivas da Alma Individual. Em ambos os casos, o objetivo foi a aceleração do desenvolvimento espiritual da Alma Individual. Por isso, a Alma Individual experimenta um breve descanso na sua jornada evolutiva e permanece uma ou duas existências em estado de usufruto. Na Carta Natal, o estado de usufruto da Alma Individual é caracterizado quando o número total de contatos (a soma dos contatos cármicos e evolutivos) é menor do que 36 contatos; ou seja, a mediana obtida pela média de contatos totais (46) e a mínima de contatos totais (26).

2) Desenvolvimento padrão
A Alma Individual vem experimentando, desde algumas vidas passadas, medianas atualizações cármicas e/ou moderados saltos evolutivos. As atualizações cármicas teriam provocado na Personalidade limitadas experiências cataclísmicas cíclicas que podem ter sido acompanhadas de moderada dor e sofrimento. Os moderados saltos evolutivos teriam sido consequência de ações conscientes e deliberadas com o intuito de atender as necessidades evolutivas mais prementes da Alma Individual. Em ambos os casos, o objetivo é promover um moderado desenvolvimento espiritual da Alma Individual, de acordo com o padrão evolutivo da Alma Coletiva. Na Carta Natal, o desenvolvimento padrão da Alma Individual é caracterizado quando o número total de contatos (a soma dos contatos cármicos e evolutivos) se encontra entre 36 e 60 contatos; ou seja, entre a mediana obtida pela média de contatos totais (46) e a mínima de contatos totais (26) e a mediana obtida pela média de contatos totais (46) e a máxima dos contatos totais (72).

3) Desenvolvimento acelerado
A Alma Individual vem experimentando, desde algumas vidas passadas, pesados resgates cármicos e /ou grandes saltos evolutivos. Os pesados resgates cármicos vem provocado na Personalidade profundas experiências cataclísmicas cíclicas acompanhadas de muita dor e de muito sofrimento. Os grandes saltos evolutivos são consequência de fortes e amplas ações conscientes da Personalidade com o intuito de atender às necessidades evolutivas globais da Alma Individual. Em ambos os casos, o objetivo é a aceleração do desenvolvimento espiritual da Alma Individual. Assim, a Alma Individual está passando por um conturbado e intenso processo de desenvolvimento espiritual que se reflete nos deveres e obrigações impostas à Personalidade atual (você). Na Carta Natal, o desenvolvimento acelerado da Alma Individual é caracterizado quando o número total de contatos (a soma dos contatos cármicos e evolutivos) é superior a 60 contatos; ou seja, a mediana obtida pela média de contatos totais( 46) e a máxima de contatos totais (75).


Estado Cósmico da Alma Individual

A Alma Individual, durante a existência de uma determinada Personalidade, pode-se encontrar num dos seguintes estados cósmicos:

1)  Em Estado Cósmico Cármico.
É quando, de um modo geral, a Alma Individual se encontra num baixo nível de consciência do princípio evolutivo, o que indica que a maioria das funções da Personalidade também se encontra em estado cósmico cármico e orientada por desígnios autônomos e egocêntricos, produto de uma visão personalista e limitada da realidade.  Neste caso, certamente grandes dívidas cármicas foram acumuladas ao longo de incontáveis vidas passadas e as Personalidades anteriores sofreram, assim como a Personalidade atual (você) poderá vir a sofrer durante sua existência, diversos resgates cármicos através de experiências cataclísmico-cíclicas que costumam provocar muita dor e sofrimento. Significa que por ignorância ou egocentrismo da Personalidade, o processo de desenvolvimento espiritual da Alma Individual desde incontáveis vidas passadas vem acontecendo pela via da dor e de sofrimento. As funções da Personalidade em estado cósmico cármico deverão vencer grandes obstáculos e dificuldades para avançar no caminho do seu desenvolvimento nesta vida. O estado cósmico cármico da Alma Individual ocorre quando 60% ou mais das funções da Personalidade (de nove a quinze funções) se encontram em estado cósmico cármico.

2) Em Estado Cósmico Cármico-Evolutivo.
É quando a Alma Individual se encontra num nível intermediário de consciência do princípio evolutivo, o que significa que algumas funções da Personalidade vêm se desenvolvendo de acordo com os desígnios evolutivos da Alma Individual, enquanto outras funções continuam agindo de acordo com desígnios autônomos e egocêntricos. Neste caso, as funções em estado cósmico evolutivo  deverão atuar de acordo com uma visão holística e completa da realidade existencial promovendo o desenvolvimento espiritual da Alma Individual através dos princípios de aceitação e de renúncia; enquanto que as funções em estado cósmico cármico deverão continuar agindo de forma autônoma e egocêntrica e de acordo com uma visão personalista e limitada da realidade,   aumentando assim o passivo cármico acumulado em vidas passadas e a possibilidade de um resgate cármico nesta existência através de experiências cataclísmicas que costumam provocar dor e sofrimento.  O estado cósmico cármico – evolutivo da Alma Individual ocorre quando em torno de 50% das funções da Personalidade (sete ou oito funções) se encontram em estado cósmico evolutivo.

3) Em Estado Cósmico Evolutivo.
É quando a Alma Individual alcançou um elevado nível de consciência de sua essência espiritual ao longo de incontáveis vidas passadas o que se reflete no fato de que a maioria das funções da Personalidade se encontra em estado cósmico evolutivo e vem agindo de acordo com uma visão holística e completa da realidade existencial. Neste caso, o processo de desenvolvimento espiritual da Alma Individual se processa através de experiências conscientemente orientadas pelos princípios de aceitação e de renúncia. A consequência deste modelo de desenvolvimento da Alma Individual é a dissolução acelerada do passivo cármico acumulado em vidas passadas através de experiências conscientes evolutivas e não-traumáticas. O estado cósmico evolutivo da Alma Individual ocorre quando 60% ou mais das funções da Personalidade (de nove a quinze funções) se encontram em estado cósmico evolutivo.


É importante observar que essas categorias correspondem à situação da Alma Individual na hora do seu nascimento e de acordo com os dados que compõem sua Carta Natal. Significa que o estado cósmico da Alma Individual poderá ter melhorado, piorado ou se mantido estável , de acordo com as ações da Personalidade atual (você) desde seu nascimento até o presente momento.

Os Fundamentos do Método de Análise Cármica: Astrologia, Alquimia e Psicologia Analítica.

A astrologia e a alquimia, na sua forma ocidental, derivam do mesmo legado hermético. Enquanto a astrologia estuda os doze signos e os quinze planetas; ou seja, o macrocosmo;  a alquimia procura estudar o significado dos quatro elementos e dos metais; ou seja, o microcosmo  Os doze signos do Zodíaco estavam correlacionados com as doze operações da Alquimia. Os alquimistas designavam os diferentes metais com os mesmos símbolos usados para designar os planetas e, em muitos casos, davam-lhes também os mesmos nomes. Assim, o Sol rege o ouro; a Lua a prata; Mercúrio, o mercúrio; Vênus, o cobre; Marte, o ferro; Júpiter, o estanho; e, Saturno, o chumbo. Quanto aos planetas "modernos", as associações são muito mais óbvias: Urano rege o urânio, Netuno o netúnio e Plutão o plutônio. As analogias aqui expressas, segundo as quais se estabelece uma relação entre a alquimia e a astrologia, fundamentam-se na segunda lei hermética de Hermes Trismegisto que na Tabua de Esmeralda é enunciada do seguinte modo: "O que está em cima é como o que está embaixo; e o que está embaixo é como o que está em cima". Na Era Contemporânea, C. G. Jung, pai de um método terapêutico que chamou de Psicologia Analítica, no Volume 12, “Psicologia e Alquimia”, descreve profundas e significativas relações entre os processos da Astrologia, da Alquimia e da psique humana.  Assim, para citar um exemplo, ele encontra uma relação entre os atributos do Sol e do Ego. O Sol era representado como um poder gerador e transformador que se encontra tanto na natureza humana como no Universo. Como era considerado um elemento único, devia ser a fonte da vida, do crescimento, da cura, um centro de poder mágico que poderia gerar o ouro. Símbolo arquetípico masculino. Como contrapartida do Sol, a Lua era fria, úmida, obscura, feminina, corpórea, passiva e a parceira na união simbólica entre o corpo e o espírito (coniunctio). Símbolo arquetípico feminino.   Assim, seguindo a trilha aberta por Carl G. Jung, no nosso método astrológico estabelecemos a correspondência existente entre os Quatro Ângulos da Carta Natal e os arquétipos dos Quatro Fundamentos da Existência Humana e entre os quinze planetas utilizados na análise astrológica (o macrocosmo) e os arquétipos das quinze funções da Personalidade (o microcosmo).  A seguir, apresentamos um quadro explicativo de cada uma dessas correspondências.
  
             

CORRESPONDÊNCIA ENTRE OS ÂNGULOS E          OS FUNDAMENTOS DA EXISTÊNCIA                                          HUMANA

Ângulo
Arquétipo
Ascendente
Individualidade
Fundo do Céu
Familiaridade
Descendente
Relacionalidade
Meio do Céu
Profissionalidade





                                       CORRESPONDÊNCIA ENTRE OS PLANETAS
                          E OS ARQUÉTIPOS DAS FUNÇÕES DA PERSONALIDADE

Planeta
Arquétipo
Planeta
Arquétipo
Planeta
Arquétipo
Marte
Ego Instintivo
Júpiter
Ego Superior
Nodo Norte
Corpo Dármico
Sol
Ego Individual
Saturno
Consciência Reflexiva
Nodo Sul
Corpo Cármico
Lua
Mente Emocional
Urano
Mente Superior
Lilith
Anima
Mercúrio
Mente Racional
Netuno
Consciência Espiritual
Quíron
 Cura Espiritual
Vênus
Capacidade de Amar
Plutão
 Transmutação
Roda Fortuna
Pote de Ouro

Significado Cármico dos Contatos entre os Planetas

Os contatos evolutivos (chamados harmônicos na Astrologia Tradicional) entre os planetas indicam padrões preexistentes de comportamento que favorecem o desenvolvimento de suas funções e das áreas de experiências nas quais esses planetas se encontram.  Os contatos cármicos (chamados inarmônicos na Astrologia Tradicional) entre os planetas demonstram padrões preexistentes de comportamento compulsivo e obsessivo que bloqueiam o processo evolutivo dessas funções e as respectivas áreas de experiências nas quais esses planetas se encontram. Os contatos evolutivos indicam funções e áreas de experiências que estão se desenvolvendo de acordo com as necessidades evolutivas da Alma Individual. Os contatos cármicos indicam funções e áreas de experiência de vida que estão bloqueando o processo evolutivo da Alma Individual porque estão agindo de acordo com desígnios egocêntricos autodeterminados. Em outras palavras, nessas funções e áreas de experiência de vida a Personalidade não está acompanhando os desígnios evolutivos da Alma Individual de acordo com o que foi determinado pelo Plano Espiritual. A tensão gerada entre os padrões de comportamento que deveriam ser seguidos de acordo com o Plano Espiritual e os padrões de comportamento efetivamente seguidos pela Personalidade ao longo de todas as vidas passadas promove o acúmulo de energia emocional (carma) que finalmente explode (ou implode) para transformar totalmente (experiência cataclísmica) a função comportamental que estava produzindo o bloqueio. Estes contatos também indicam onde, e por que razões a Personalidade resistiu às mudanças necessárias ao processo evolutivo da Alma Individual, gerando um carma negativo ou destrutivo que deve ser resgatado nesta ou nas próximas vidas como uma continuação de ações realizadas em vidas anteriores. Especial atenção deve ser dada ao número de contatos entre os planetas já que esse fator determina a necessidade e o ritmo da mudança evolutiva exigida pelo Plano Espiritual numa determinada vida. Em outras palavras, o número de contatos entre os planetas está correlacionado com a intensidade do processo evolutivo; o quanto a Personalidade precisa realizar ou mudar nesta vida. De um modo geral, quanto maior o número de contatos totais, maior o número de funções que precisam acelerar o seu desenvolvimento nesta vida e quanto maior o número de contatos de um determinado planeta, maior a necessidade de desenvolvimento da função arquetípica correspondente nesta vida. Isto significa que a vida daqueles que têm mais contatos entre planetas se caracterizará por mais experiências transformadoras do que a daqueles que têm menos contatos. O tipo de contato determina como essas experiências transformadoras se realizam ao longo de sua vida.  De um modo geral, os contatos cármicos (inarmônicos) – i.e., a semi-quadratura, a quadratura, a oposição e algumas conjunções – produzem uma tremenda e intensa concentração de energia evolutiva (desejo) para transformar e reformular através de vivências cataclísmicas traumáticas a expressão de qualquer planeta (comportamento) que esteja sendo contatado por outros planetas. Como esta energia não foi liberada, pelo contrário, foi acumulada em vidas anteriores, essas funções (planetas) continuarão cada vez mais numa condição de tensão nesta vida. De um modo geral, os contatos evolutivos (harmônicos) – i.e., o semi-sextil, o sextil, e o trígono e algumas conjunções – produziram e produzirão uma clara compreensão das dinâmicas ou questões relativas ao passado e ao futuro e no que elas se relacionam com o processo evolutivo de sua Alma Individual. Os planetas que têm contatos evolutivos entre si dão margem a uma transformação consensual entre o passado, o presente e o futuro em cada momento da sua vida. Nesses casos, as vivências transformadoras se manifestam através de experiências conscientemente dirigidas que deixam espaço para "saber por que" à medida que o processo evolutivo contínuo está em atividade. Esses contatos evolutivos também podem tornar você consciente do que precisa ser feito para efetuar a mudança sem necessidade de passar por experiências cataclísmicas e assim poder evoluir sem os traumas causados pela dor e pelo sofrimento. 

Significado Cármico dos Planetas Retrógrados

Uma outra questão fundamental que deve ser considerada na análise cármica de uma Carta Natal são os planetas retrógrados. Os planetas retrógrados indicam funções da Personalidade que carregam energia cármica destrutiva acumulada ao longo de inúmeras vidas passadas, geralmente por egocentrismo ou ignorância. Essas grandes dívidas cármicas podem ser atualizadas a qualquer momento através de experiências cataclísmicas cíclicas com um grande potencial de destruição, dor e sofrimento.  Assim, quanto mais planetas retrógrados aparecem na Carta Natal, significa que mais intensa e forte tem sido a resistência da Personalidade em vidas passadas a mudar os padrões de comportamento e, consequentemente, maiores as possibilidades da Personalidade atual (você) vivenciar experiências cataclísmicas traumáticas nesta vida, a menos que ocorra uma mudança radical nos padrões de comportamento obsessivos e compulsivos que geraram essas dívidas cármicas.  Por outro lado, os planetas retrógrados agem da mesma maneira que os contatos cármicos: eles criam a tensão e liberam a energia capaz de remover os obstáculos que vêm impedindo o processo evolutivo e o desenvolvimento espiritual da Alma Individual, promovendo um potencial de desenvolvimento muito maior do que aquelas Cartas Natais que têm poucos planetas retrógrados. Nestes casos, a experiência transformadora pode ser muito difícil, emocionalmente intensa, e vivenciada de um modo tal que a pessoa tenha a impressão de que existem "forças mais poderosas" controlando ou manipulando sua vida e poderá se sentir impotente para impedir ou controlar a experiência. Somente após o término da experiência, ou em seus estágios finais, é que a pessoa compreenderá o significado da mudança imposta — a natureza da experiência em si. A dificuldade nos contatos cármicos gira em torno da confrontação entre a segurança associada ao antigo padrão de comportamento e orientação, e o desígnio evolutivo de transformar esses antigos padrões em novos. Nesta vida, o grau de dificuldade ou tensão é diretamente proporcional à resistência que a Personalidade atual (você) manifesta com relação à necessária mudança. Essas confrontações ocorrem para tornar você consciente dos seus motivos, intenções, necessidades e desejos que criaram e determinaram os padrões e as tendências preexistentes. O resultado é o autoconhecimento e o desenvolvimento evolutivo da Alma Individual em direção à espiritualidade.


Cartilha para a Interpretação da Análise Cármica da Carta Natal

A seguir, alguns princípios e critérios adotados para a elaboração deste modelo de análise que podem ajudar consideravelmente na interpretação do estudo Cármico-Evolutivo da Carta Natal. 

1) Em primeiro lugar, a análise e os comentários relacionados com os Quatro Fundamentos da Existência Humana (Ângulos) e as Quinze Funções da Personalidade (Planetas) baseiam-se na situação astrológica no momento em que a pessoa nasceu, portanto,  de acordo com o que está expresso na  Carta Natal.  De lá para cá, como consequência das ações evolutivas da Personalidade atual, a pessoa pode ter melhorado esses parâmetros consideravelmente.

 2) De acordo com o princípio evolutivo, Áries, o primeiro signo do Zodíaco, corresponde à 1ª Estação da Alquimia Espiritual; e Peixes, o décimo segundo e último signo do Zodíaco, corresponde à 12ª e última Estação da Alquimia Espiritual. Partindo da 1ª Estação (Áries), a Alquimia Espiritual percorre, sequencialmente, cada uma das doze Estações (Signos), onde é realizada a perfeita decantação e purificação das quinze funções da Personalidade ao longo de incontáveis giros da Roda da Vida, até que ao alcançar a completa perfeição de todas as funções, a Alma Individual, agora completamente purificada e totalmente livre de impurezas retorna ao oceano do Espírito Puro, para nunca mais retornar a este Plano.

3) As Estações da Alquimia Espiritual (Signos) em que se encontram os Quatro Ângulos da Carta Natal representam o nível evolutivo de cada um dos Quatro Fundamentos da Existência Humana no instante do seu nascimento. Os Quatro Pilares da Existência Humana são: Individualidade (Ascendente), Familiaridade (Fundo do Céu), Relacionalidade (Descendente) e Profissionalidade (Meio do Céu).

4) As Estações da Alquimia Espiritual (Signos) em que se encontram os quinze planetas representam o nível evolutivo de cada uma das quinze funções da Personalidade correspondentes àqueles planetas no instante do seu nascimento. As Quinze Funções da Personalidade são: o Ego Instintivo (Marte), o Ego Individual (Sol), a Mente Emocional (Lua), a Mente Racional (Mercúrio), a Capacidade de Amar (Vênus), o Ego Superior (Júpiter), a Consciência Reflexiva (Saturno), a Mente Superior (Urano), a Consciência Espiritual (Netuno), o Poder de Transmutação (Plutão), o Corpo Dármico (Nodo Lunar Norte), o Corpo Cármico (Nodo Lunar Sul), a Ánima (Lilith), o Poder de Cura Espiritual (Quíron) e o Pote de Ouro (Roda da Fortuna). O nível evolutivo da Alma Individual reflete o nível evolutivo alcançado pelo conjunto das quinze funções da Personalidade, até o instante do nascimento da pessoa à que corresponde a Carta Natal.

5) As Quinze Funções da Personalidade se dividem em nove funções doutrinadas e seis funções doutrinadoras. As funções correspondentes aos cinco planetas pessoais, Ego Instintivo (Marte), Ego Individual (Sol), Mente Emocional (Lua), Mente Racional (Mercúrio), Capacidade de Amar (Vênus), além do Corpo Cármico (Nodo Lunar Sul), da Ánima (Lilith), do Poder de Cura (Quíron), e do Pote de Ouro (Roda da Fortuna), são as funções que devem ser doutrinadas permanentemente. As cinco funções correspondentes aos planetas interpessoais e transpessoais, Ego Superior (Júpiter), Consciência Reflexiva (Saturno), Mente Superior (Urano), Consciência Espiritual (Netuno) e Poder de Transmutação (Plutão), junto com o Corpo Dármico (Nodo Lunar Norte), são as funções cuja missão é a de serem doutrinadoras. Temos, portanto, nove planetas cujas funções correspondentes têm a missão de serem doutrinadas; e seis planetas cujas funções correspondentes têm a missão de serem doutrinadores

6) O estado cósmico dos Quatro Fundamentos da Existência Humana (Ângulos) pode ser evolutivo ou cármico. Ângulos em estado cósmico evolutivo correspondem a setores de experiência de vida nos quais a Personalidade é plenamente consciente do princípio evolutivo e que reconhece a necessidade de serem doutrinados pelos planetas com os quais fazem contato, propiciando desta forma o desenvolvimento espiritual da Alma Individual. São setores de experiência humana nos quais a Personalidade vem atuando há inúmeras vidas passadas de acordo com os princípios crísticos de compaixão, perdão, aceitação e renúncia e assim são irradiados com energia cósmica evolutiva. Ângulos em estado cósmico cármico correspondem a setores de experiência humana nos quais a Personalidade  vem ignorando desde o começo o princípio evolutivo, não aceitando de forma alguma que sejam doutrinados pelos planetas com os quais fazem contato. São setores de experiência humana nos quais a Personalidade vem atuando desde inúmeras vidas passadas de acordo com desígnios egocêntricos e autodeterminados, representando, portanto, um obstáculo ao desenvolvimento espiritual da Alma Individual. Ademais, as ações egocêntricas e autodeterminadas vivenciadas nos Quatro Fundamentos da Existência Humana ao longo de incontáveis vidas passadas são as responsáveis pela geração de grandes dívidas cármicas, vida após vida. São setores de experiência humana onde vem sendo praticados desde inúmeras vidas passadas os princípios egoicos de gula, luxúria, inveja, ira, cobiça, preguiça e soberba e, portanto, são irradiados com energia cósmica cármica.

7) O estado cósmico das Quinze Funções da Personalidade (Planetas) pode ser evolutivo ou cármico.  Planetas em estado cósmico evolutivo correspondem a funções da Personalidade que tem plena consciência do princípio evolutivo e reconhecem a necessidade de serem doutrinadas ou de  serem doutrinadores das funções dos planetas com os quais fazem contato, propiciando desta forma o desenvolvimento espiritual da Alma Individual. São funções da Personalidade que vem atuando há inúmeras vidas passadas de acordo com os princípios crísticos de compaixão, perdão, aceitação e renúncia, sendo irradiados, portanto com energia cósmica evolutiva. Planetas em estado cósmico cármico correspondem às funções da Personalidade que não cumprem, desde incontáveis vidas passadas, sua missão de serem doutrinadas ou sua missão doutrinadora das funções correspondentes aos planetas com os quais fazem contato. Essas funções da Personalidade vêm atuando de acordo com desígnios egocêntricos e autodeterminados, representando, portanto, um obstáculo ao desenvolvimento espiritual da Alma Individual. Ademais, essa ação egocêntrica e autodeterminada das funções da Personalidade em estado cósmico cármico ao longo de incontáveis vidas passadas vai gerando grandes dívidas cármicas, vida após vida. São funções da Personalidade que vêm atuando de acordo com os princípios egoicos de gula, luxúria, inveja, ira, cobiça, preguiça e soberba, sendo irradiados, portanto, com energia cósmica cármica.

8) O estado cósmico evolutivo ou cármico dos ângulos e dos planetas não é determinado pelo número de contatos evolutivos ou contatos cármicos, e sim pela natureza dos contatos evolutivos ou cármicos. Por exemplo, os contatos cármicos dos planetas pessoais (Marte, Sol, Lua, Mercúrio e Vênus) com os planetas interpessoais (Júpiter e Saturno) e trans pessoais (Urano, Netuno e Plutão), principalmente se esses últimos  planetas estiverem em estado cósmico cármico e em movimento retrógrado, são geradores de grande energia cármica destrutiva e potencialmente propensos a se manifestar através de experiencias cataclísmicas que costumam provocar muita dor e sofrimento. São como bombas relógio que devem ser desativadas através de uma minuciosa análise da natureza dos contatos e das mudanças que devem ocorrer na Personalidade atual (você) para neutralizar seus efeitos. 

9) Os contatos evolutivos e cármicos entre os ângulos e os planetas e entre os planetas representam diretrizes estabelecidas pelo Plano Espiritual a serem cumpridas nesta vida de acordo com as dívidas cármicas e as necessidades evolutivas da Alma Individual geradas ao longo de incontáveis vidas passadas. Muitas experiências de vida já aconteceram e muitas experiências de vida ainda irão a acontecer. Cabe à Personalidade atual (você), através de uma profunda e minuciosa análise introspectiva, identificar quais são experiências que já aconteceram e quais as experiências que poderão vir a acontecer, de acordo com as diretrizes estabelecidas pelo Plano Espiritual na Carta Natal. 

10) Os contatos evolutivos se refletem no dia-a-dia através de energias que facilitam, desenvolvem e impulsionam os setores de experiência de vida e as funções da Personalidade que correspondem aos ângulos e planetas envolvidos nesses contatos evolutivos.

11) Os contatos cármicos se refletem no dia-a-dia através de energias que provocam impedimentos, obstruções e dificuldades nos setores de experiência de vida e nas funções da Personalidade que correspondem aos ângulos e planetas envolvidos nesses contatos cármicos.

12) O nível de aceitação da missão doutrinadora ou da necessidade de ser doutrinada de uma determinada função da Personalidade (Planeta) não necessariamente está correlacionado ao nível evolutivo (Estação da Alquimia Espiritual) em que se encontra esse planeta na Carta Natal. Em alguns casos, observamos que apesar de estar transitando por uma elevada Estação da Alquimia Espiritual, a função da Personalidade correspondente a esse planeta, nessa Estação da Alquimia Espiritual, manifesta um baixo ou nenhum nível de consciência das experiências relacionadas com esse setor da Alquimia Espiritual.

13) Os planetas transitando em movimento retrógrado representam funções da Personalidade que acumularam grandes dívidas cármicas ao longo de incontáveis vidas passadas.

14) Quando o planeta em movimento retrógrado se encontra em estado cósmico evolutivo significa que a função correspondente da Personalidade vem dissolvendo a dívida cármica porque há algumas vidas passadas tomou consciência de sua missão doutrinadora ou da necessidade de ser doutrinado, contribuindo assim para a realização dos desígnios evolutivos da Alma Individual. Essa é a única forma de dissolver as dívidas cármicas através de experiencias conscientes e construtivas, evitando as experiencias cataclísmicas ciclicas que costumam provocar muita dor e sofrimento.